Pesquisar este blog

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Zona de Conforto e Desapego

Olá a todos!

Depois da euforia em receber os passaportes, passamos um tempo curtindo esse momento .. E aí que nos deparamos com a realidade: A ficha caiu. Agora é de verdade, me belisca!
Mas e ai?  Frio na barriga, ansiedade e incertezas. E apesar de você ter passado 3 anos de processo, a pergunta volta à tona: É isso mesmo que queremos?
O fato é que esse dia chegou. E o que questionamento acima, vem junto com uma tremenda zona de conforto. Medo de sair  da zona de conforto, medo do desconhecido, medo de largar tudo e ir pelo mundo do desconhecido. E aí encontro a seguinte frase:
“ A vida começa no final de sua zona de conforto.”  Neale Donald Walsch.
Desejamos isso e conseguimos! Acho que é normal ter uma mescla de sentimentos. Mas é preciso tentar, arriscar! Prefiro tentar agora e dar o meu máximo a ver a minha vida passar sem ter tentado. Preciso colocar em meu coração, que muitas coisas não irão sair conforme o planejado, tudo certinho, como gostaria que fosse. Mas o que eu puder me organizar assim será feito. É preciso ter coragem, força e determinação. Muitas pessoas talvez não o teriam, outras já o fariam mês que vem.
Apesar de nossa ida ser planejada para fevereiro de 2015, já é hora de começar a praticar o desapego. De tudo e de todos. De  certa forma isso é bom. Ficamos mais livres de bens matérias e damos menos importância para o que vem e vai. Difícil é praticar com pessoas, mas esta não precisa ser tão necessária, pois internet, telefone, sinal de fumaça estão aí para isso.
Pra finalizar, repasso aqui um texto de Fernando Pessoa, que casa bem com o momento que estamos vivendo:
PRATICANDO O DESAPEGO

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final.
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário....
Perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos.
Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos que já se acabaram.
As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora.

Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.

Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.
Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: Diga a sí mesmo que o que passou jamais voltará.

Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo...
- Nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Encerrando ciclos, não por causa do orgulho, por incapacidade ou por soberba...
Mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais em sua vida.

Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira.
Quando um dia você decidir a pôr um ponto final naquilo que já não te acrescenta.
Que você esteja bem certo disso, para que possa ir em frente, ir embora de vez.

Desapegar-se, é 
renovar votos de esperança de sí mesmo,
É dar-se uma nova oportunidade de construir uma 
nova história melhor.
Liberte-se de tudo aquilo que não tem te feito bem, daquilo que já não tem nenhum valor, e siga, siga novos rumos, desvende 
novos mundos.

A vida não espera.
O tempo não perdoa.
E a esperança, é sempre a última a lhe deixar.

Então, recomeçe, desapegue-se!

Ser livre, não tem preço!


6 comentários:

  1. Muito bem colocado esse texto de Fernando Pessoa!!! :D
    Desejo tudo de bom e vou ficar por aqui acompanhando tudo!!!
    http://simboracanada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anne,tudo bem???? mandamos notícias!!!! vou seguir teu blog!

      Excluir
  2. Sejam bem vindos ao desapego !!! Ninguém avisou antes, mas essa é realmente uma das épocas mais duras da imigração. O rompimento com os elos que nos mantém aqui, as rotinas, os velhos hábitos e as "posses".
    Saiba que esse questionamento de "estou fazendo a coisa certa" se intensifica, principalmente neste momento que falta pouco para ir (pelo menos está sendo assim comigo). E o friozinho na barriga já está me dando cubos de gelo.
    Mas sabemos que vale a pena tentar e quetemos que ter fé e seguir em frente !
    Abração !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, com certeza! E boa viagem pra vocês!!!:)

      Excluir
  3. Não se preocupem! Isso só quer dizer uma coisa: vocês têm a mente sã! Só louco pra não ser perguntar, pelo menos algumas vezes ao longo do processo, se é isso mesmo que quer, se vale a pena largar tudo, trocar o certo pelo duvidoso... Qualquer um que fique só no "oba-oba" de mudar de país deve rever seus conceitos!

    Esse final de processo/início de imigração deve ser difícil mesmo. Antes, era só espera, cobrança do consulado, do BIQ e por aí vai. Ou seja, era só ficar exigindo algo dos outros. Agora, passaporte na mão, a bola está com vocês. E pular na água sem ver o fundo não é pra qualquer um não!

    Mas tudo dará certo, vocês vão ver! Continuo aqui torcendo e mantenham-nos atualizados!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Doug! Agora é com a gente! Obrigada pela torcida! estamos com você também!

      Excluir